O mistério não resolvido do caso de assassinato de Marilyn Sheppard

O mistério não resolvido do caso de assassinato de Marilyn Sheppard 1

Em 1954, um osteopata Sam Sheppard de uma prestigiosa clínica de Cleveland foi condenado por matar sua esposa grávida Marilyn Sheppard. O doutor Sheppard disse que estava cochilando no sofá do porão quando ouviu sua esposa gritando no andar de cima. Ele correu para o andar de cima para ajudá-la, mas um homem de “cabelo espesso” o atacou por trás.

Na foto, estão Sam e Marilyn Sheppard, um casal jovem e aparentemente feliz. Os dois se casaram em 21 de fevereiro de 1945 e tiveram um filho juntos, Sam Reese Sheppard. Marilyn estava grávida de seu segundo filho no momento de seu assassinato.
Na foto, estão Sam e Marilyn Sheppard, um casal jovem e aparentemente feliz. Os dois se casaram em 21 de fevereiro de 1945 e tiveram um filho juntos, Sam Reese Sheppard. Marilyn estava grávida de seu segundo filho no momento de seu assassinato. © Cleveland State University. Biblioteca Michael Schwartz.

A cena do crime

Corpo morto de Marilyn Sheppard
Cadáver de Marilyn Sheppard na cama © YouTube

Um intruso aparentemente foi expulso da casa dos Sheppard na noite do assassinato, e um policial descobriu Sam Sheppard inconsciente nas margens da Baía de Bay Village (Cleveland, Ohio). Os policiais observaram que a casa parecia ter sido saqueada de maneira deliberadamente irreal. O doutor Sheppard foi preso e julgado em uma atmosfera “semelhante ao circo”, assim como OJ Simpson décadas depois, particularmente desde que seu julgamento foi declarado injusto após sua condenação pelo assassinato de sua esposa em 1964.

A vida de Sheppard mudou completamente

Sam Sheppard
Mugshot de Sam Sheppard © Departamento de Polícia de Bay Village

A família de Sheppard sempre acreditou em sua inocência, particularmente seu filho, Samuel Reese Sheppard, que mais tarde processou o estado por prisão injusta (ele não ganhou). Mesmo que Sheppard tenha sido libertado, o dano à sua vida foi irreparável. Enquanto estava na prisão, seus pais morreram de causas naturais e seus sogros cometeram suicídio.

The Killer

Após sua libertação, Sheppard tornou-se dependente da bebida e foi forçado a abandonar sua prática médica. Em uma paródia bastante distorcida de sua nova vida, Sheppard se tornou um lutador profissional por um tempo, assumindo o nome de The Killer. Seu filho, além dos flashbacks relacionados ao TEPT, experimentou trabalhos de baixo perfil e relacionamentos malsucedidos.

Uma evidência de DNA

A reputação do médico continua manchada por causa dessa história, apesar do fato de outro suspeito, que estava fazendo reparos na casa dos Sheppard antes do assassinato, ter sido identificado por meio de evidências de DNA. Muitas pessoas ainda acreditam que o médico foi o responsável pelo assassinato. O enredo do filme The Fugitive é notavelmente semelhante à história de Sheppard, mas os criadores do filme negam a conexão.

Artigo Anterior
Gigante de Odessos: Esqueleto desenterrado em Varna, Bulgária 2

Gigante de Odessos: esqueleto descoberto em Varna, Bulgária

Próximo Artigo
assassinato de Joe Elwell

O assassinato não resolvido do quarto trancado de Joe Elwell, 1920