Theopetra Cave: segredos antigos da estrutura artificial mais antiga do mundo

A Caverna Theopetra foi o lar de humanos desde 130,000 anos atrás, ostentando inúmeros segredos arcaicos da história humana.
Theopetra Cave: Segredos antigos da estrutura artificial mais antiga do mundo 1
Recriação da cena da Idade da Pedra na caverna Theopetra. © Kartson

Os neandertais são uma das subespécies humanas mais intrigantes que já existiram. Esses povos pré-históricos eram atarracados, musculosos, tinham sobrancelhas proeminentes e estranhos narizes salientes. Soa bem estranho, certo? O fato é que os neandertais também viveram uma vida muito diferente da que nós, humanos, fazemos hoje. Eles prosperaram em um ambiente hostil, onde caçavam grandes animais como mamutes lanudos e viviam em cavernas para se manterem a salvo dos elementos e predadores.

Theopetra Cave: Segredos antigos da estrutura artificial mais antiga do mundo 2
Neandertais, uma espécie extinta ou subespécie de humanos arcaicos que viveram na Eurásia até cerca de 40,000 anos atrás. As “causas do desaparecimento dos neandertais há cerca de 40,000 anos permanecem altamente contestadas. © Wikimedia Commons

Neandertais foram vistos em muitas cavernas em toda a Europa, o que levou alguns arqueólogos a acreditar que esses humanos antigos passavam muito tempo nesses locais. A maioria dos especialistas concorda que os neandertais não construíram essas habitações, mas devem tê-las usado muito antes dos humanos modernos. No entanto, essa hipótese pode ser falsa, porque há uma exceção – a Caverna Theopetra.

A Caverna de Theópetra

Caverna Theópetra
Caverna de Theopetra (literalmente “Pedra de Deus”), um sítio pré-histórico, a cerca de 4 km de Meteora, Trikala, Tessália, Grécia. © Shutterstock

Uma série de cavernas antigas intrigantes podem ser encontradas perto de Meteora, uma estrutura rochosa magnífica, única e estranha na Grécia antiga. A Caverna Theopetra é uma delas. É um sítio arqueológico único, permitindo que os pesquisadores tenham uma melhor compreensão do período pré-histórico na Grécia.

Acredita-se que a Caverna Theopetra, localizada nas formações rochosas de calcário Meteora da Tessália, na Grécia Central, foi habitada há 130,000 anos, tornando-se o local da primeira construção humana na Terra.

Arqueólogos afirmam que há evidências de ocupação humana contínua na caverna, que remonta a meados do século período paleolítico e continuando até o final do Período neolítico.

Localização e detalhes estruturais da Theopetra Cave

Caverna Theópetra
Theopetra Rock: A caverna de Theopetra está localizada no lado nordeste desta formação rochosa calcária, 3 km ao sul de Kalambaka (21°40'46''E, 39°40'51''N), na Tessália, Grécia central . © Wikimedia Commons

Localizada a cerca de 100 metros (330 pés) acima de um vale, a Caverna Theopetra pode ser encontrada na encosta nordeste de uma colina de calcário conhecida como “Theopetra Rock”. A entrada da caverna oferece vistas deslumbrantes da pitoresca comunidade de Theopetra, enquanto o rio Lethaios, um braço do rio Pineios, flui não muito longe.

Os geólogos estimam que a colina de calcário foi formada pela primeira vez entre 137 e 65 milhões de anos atrás, durante o período Cretáceo Superior. De acordo com os achados da escavação arqueológica, a primeira evidência de habitação humana da caverna remonta ao período Paleolítico Médio, que ocorreu há aproximadamente 13,0000 anos.

Caverna Theópetra
Recriação da cena da Idade da Pedra na caverna Theopetra. © Kartson

A caverna tem cerca de 500 metros quadrados (5380 pés quadrados) de tamanho e foi caracterizada como aproximadamente um quadrilátero com pequenos recantos em sua periferia. A entrada para a Caverna de Theopetra é bastante ampla, o que permite que uma abundância de luz natural penetre bem nas profundezas da caverna.

Descobertas notáveis ​​revelam os antigos segredos da Caverna Theopetra

A escavação da Caverna Theopetra começou em 1987 e continuou até 2007, e muitas descobertas notáveis ​​foram feitas neste local antigo ao longo dos anos. Deve-se notar que quando a investigação arqueológica foi originalmente iniciada, a Caverna Theopetra estava sendo usada como abrigo temporário para os pastores locais manterem seus animais.

A arqueologia da caverna Theopetra produziu várias descobertas intrigantes. Uma delas diz respeito ao clima dos ocupantes da caverna. Os arqueólogos determinaram que houve períodos de calor e frio durante a ocupação da caverna, analisando amostras de sedimentos de cada estrato arqueológico. A população da caverna flutuou à medida que o clima mudou.

De acordo com os achados de escavações arqueológicas, a caverna foi continuamente ocupada durante os períodos de tempo do Paleolítico Médio e Superior, Mesolítico e Neolítico. Foi estabelecido pela descoberta de vários itens, como carvão e ossos humanos, que a caverna foi habitada entre os anos 135,000 e 4,000 aC, e que o uso temporário persistiu durante a Idade do Bronze e em períodos históricos até o ano 1955.

Outros itens descobertos dentro da caverna incluem ossos e conchas, bem como esqueletos que datam de 15000, 9000 e 8000 aC, e vestígios de plantas e sementes que revelam os hábitos alimentares dos ocupantes pré-históricos da caverna.

A parede mais antiga do mundo

Os restos de uma parede de pedra que anteriormente bloqueava parte da entrada da Caverna Theopetra são outra descoberta notável lá. Os cientistas conseguiram datar essa parede com cerca de 23,000 anos, utilizando uma abordagem de datação conhecida como luminescência opticamente estimulada.

Caverna Theópetra
A parede em Theopetra - possivelmente a mais antiga estrutura artificial existente. © Arqueologia

Os pesquisadores acreditam que, devido à idade dessa parede, que corresponde à última época glacial, os moradores da caverna podem tê-la construído para evitar o frio. Alegou-se que esta é a mais antiga estrutura feita pelo homem conhecida na Grécia, e possivelmente até no mundo.

Pelo menos três pegadas de hominídeos, gravadas no macio chão de terra da caverna, também foram descobertas. Supõe-se que numerosas crianças neandertais, com idades entre dois e quatro anos, que residiram na caverna durante o período paleolítico médio, criaram as pegadas com base em sua forma e tamanho.

Avgi - a adolescente de 7,000 anos descoberta na caverna

Os restos mortais de uma mulher de 18 anos, que viveu na Grécia durante o período mesolítico há quase 7,000 anos, foram uma das descobertas mais significativas dentro da caverna Theopetra. Cientistas reconstruíram o rosto da adolescente após anos de trabalho intensivo, e ela recebeu o nome de “Avgi” (Aurora).

Caverna Theópetra
A recriação de Avgi, que foi descoberta pelo arqueólogo Aikaterini Kyparissi-Apostolika, é exibida no Museu da Acrópole em Atenas. © Oscar Nilsson

O professor Papagrigorakis, ortodontista, usou os dentes de Avgi como base para a reconstrução total de seu rosto. Dada a escassez de evidências, suas roupas, principalmente seu cabelo, eram extremamente difíceis de recriar.

Considerações finais

O complexo Theopetra Cave é diferente de todos os outros sítios pré-históricos na Grécia, bem como no mundo em termos de meio ambiente e suas ferramentas tecnológicas, que foram usadas pelos primeiros humanos a viver na região.

A questão é: como os humanos pré-históricos conseguiram construir uma estrutura relativamente complexa, mesmo antes de terem a capacidade de fazer ferramentas básicas? Esse quebra-cabeça intrigou cientistas e não cientistas – e algumas pesquisas sugerem que a resposta pode estar nos extraordinários feitos de engenharia de nossos ancestrais pré-históricos.

Artigo Anterior
12,000 anos atrás, a China era habitada por misteriosas pessoas com cabeça de ovo! 3

12,000 anos atrás, a China era habitada por misteriosas pessoas com cabeça de ovo!

Próximo Artigo
DNA alienígena no corpo do ancestral humano mais antigo do mundo!

DNA alienígena no corpo do ancestral humano mais antigo do mundo!